Programa Educativo

O programa dos Serviços Educativos do MIECST toma como centro fundamental de referência o património arquitetónico e museológico do Museu Internacional de Escultura Contemporânea e do Museu Municipal Abade Pedrosa para a criação de relações de proximidade e cumplicidade com a comunidade. A sua programação propõe formas desafiadoras de participação cultural, na perspetiva de uma partilha de curiosidades, de conhecimentos e de afetos.

Os processos de trabalho serão abertos e flexíveis, estimulam o pensamento, a criatividade e valorizam uma aprendizagem reflexiva, dialógica e potencialmente transformadora, procurando-se envolver diferentes públicos e contextos, estimulando a visita individual ou em grupo, bem como as parcerias com as escolas, as universidades, as associações, entre outras instituições.

PROGRAMAÇÃO PERMANENTE – VISITAS ORIENTADAS

a) Visitas orientadas arte-arqueologia-arquitetura: Sessões facilitadas pela equipa do Museu permitindo aprofundar o conhecimento sobre os respetivos acervos museológicos. Estes percursos tomam como centro da sua atenção as exposições patentes em ambos os Museus, articulando de forma integrada conteúdos transversais que vão desde a arte contemporânea à arqueologia passando pela arquitetura, procurando ajudar-nos a conquistar a liberdade de questionar e partilhar perceções recorrendo a dinâmicas de jogo e pequenas experiências lúdicas.

b) Visitas orientadas Parque escultórico: Percursos com duração de 2 horas pelo acervo ao ar livre da coleção de escultura contemporânea, nos seus diferentes núcleos.

PROGRAMAÇÃO TEMPORÁRIA – OFICINAS LUDICO-PEDAGÓGICAS

Atividades de carácter iminentemente prático dirigidas de forma transversal a diferentes públicos e faixas etárias envolvendo a possibilidade de experimentação de diferentes áreas da plasticidade artística, assentes num conjunto de propostas orientadas. Estas oficinas tomam como base de apoio ambos os acervos expositivos dos dois museus e a programação temporária (exposições) e visam alargar horizontes, mobilizar saberes transversais, valorizar a experimentação, desenvolver a autonomia e estimular a criatividade.

a) Oficina de escultura/objetos: Laboratório de experimentação em torno dos problemas da tridimensionalidade, das volumetrias, do espaço. Seja através de propostas de modelação por adição, seja através de proposições orientadas para a subtração, ou até para a construção modular.

b) Oficina de desenho: Oficina pensada para a primeira infância que oferece espaço para uma relação diferenciada com os materiais riscadores e os seus suportes, assim como, os diferentes modos de fazer e entender o ato de desenhar.

c) Oficina de arquitetura: Partindo do edifício projetado pelos arquitetos Álvaro Siza Vieira e Eduardo de Souto de Moura, propõe-se uma oficina que explora o espaço, a orientação e o desenho arquitetónico.

d) Oficina de expressão dramática: Atividade que explora o corpo dos participantes nas suas múltiplas dimensões, possibilidades e entendimentos numa relação intrínseca com as exposições.

e) Oficina para públicos com Necessidades Educativas Especiais: Laboratório orientado por educadores especializados onde se exploram diferentes expressões artísticas em relação estreita e permanente com todas as dimensões sensoriais do corpo.

* Todas as atividades carecem de marcação prévia